A realidade imita a T.V.

Dr. Croc morreu atingido por uma arraia. Dr Croc, aquele que brincava com crocodilos e serpentes foi morto por um animal que supostamente não era perigoso. Coisas da vida. Ironia. Mas uma questão ficou na minha cabeça: qual o limite da realidade na televisão?

Era uma época em que os programas de vida selvagem eram filmados para mostrar os animais no seu habitat natural, sua interação com outros animais. Agora, os programas que fazem mais sucesso são aqueles que mostram o apresentador (que não precisa ser necessariamente um biólogo) interagindo com os animais e como em um filme, quanto mais perigoso o animal, maior o sucesso.

Os programas de vida selvagem antigos podem ser comparados como um Big Brother Selvagem. Era preciso se destacar entre outros programas, então por que não interagir com os animais. Fica a pergunta: será que a cena em que o Dr. Croc é atingido vai ao ar? Se sexo vende, morte também vende (infelizmente). Será que se a televisão não demandasse tanto sensacionalismo e realismo, Dr. Croc estaria vivo? Qual será o próximo passo da televisão?

 

Um rumo que a televisão tomaria pode ser como o game ManHunt (que causou polêmica em vários países por conter muita violência). Esse jogo é como um Show de Truman do Inferno, no qual você é um cara raptado da cadeia e jogado numa cidade cenográfica cheia de assassinos, sua missão é matar para não ser morto. E é claro, toda a ação é televisionada. Na verdade, este tipo de violência já pode ser vista nos telejornais, mas quanto tempo será necessário que deixe de lado o rótulo de notícia e ganhe o rótulo de diversão?

Imagem: Rockstar Games

Anúncios

2 comentários sobre “A realidade imita a T.V.

  1. Não sei nem o que falar. Vc tá totalmente certo. Ver o jornal nacional já virou diversão.. as pessoas já sabem que só vão ver mortes e violência, assistem e se divertem. E em relação ao que cara que morreu, nunca ouvi flr dele, mas que pena.. mas o programa dele era sensacionalista ? Aaah, e vc gostou msm da image header?

    Talvez eu tenha me expressado mal. O programa do Dr. Croc não era sensacionalista, até era educativo. Mas havia uma certa noção de perigo que acho desnecessária em um programa como o dele.

    Ah, gostei sim da image header. Muito legal.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s