Cotidiano #4 – O pai da japa

E lá estava eu no Largo do Arouche com meus amigos numa tarde de domingo. Uma rápida visita de Dillah Dilluz (super divertida!). E eis que chega uma menina pedindo para conversar comigo em particular. Putz! Vi que um pouco afastado estava o grupo que estava com ela. Putz! Todos pareciam fãs do Restart. PQP!

Falei para ela dizer o que ela queria e ela insistiu que eu fosse falar em particular. Insisti que ela falasse ali na frente dos meus amigos. E então ela disse que ela e os amigos delas queriam entrar na matinê, mas uma das meninas (que era japonesa) tinha esquecido o documento. Ela tinha 13 anos e só podia entrar de 14 para cima. E como eu sou japonês, eles queriam que eu me passasse por pai (primeiro opção) ou irmão mais velho (segunda opção, depois que eu disse que eles tinham acabado de falar que eu era velho). Pedi desculpas e neguei a ajuda. Muita responsabilidade por uma estranha.

Enfim, o que me chocou nem foi o favor pedido. Afinal, todo mundo já fez isso. Mas a japa de 13 anos estava com um maço de Carlton na mão. Putz! Eu sou fumante e comecei a fumar com 17 anos. Com 13, eu estava fissurado em jogar videogame, ir no cinema com os amigos. Ok, eu sei, eu sou um nerd.

Acho que não importa quão descolado você é ou tenta ser. A geração seguinte sempre vai te surpreender e te chocar.

Anúncios

2 comentários sobre “Cotidiano #4 – O pai da japa

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s