Quem é Brendan Maclean?

A maior parte da música internacional que consumimos passa antes por um filtro chamado Estados Unidos. E, às vezes, isso faz com que artistas que ainda não estouraram nos EUA, não cheguem aos nossos ouvidos. E o caso do meu novo vício, Brendan Maclean. Ele é australiano e é conhecido por lá. E essa semana, ele teve um destaque num site norte americano, e pelos dois últimos dias, ele é o assunto do momento com a canção Stupid.

Uma canção sobre término de namoro com uma letra dizendo “que não poderemos ser amigos”. Para um artista gay, essa seria mais uma canção de amor trágica, mas aí entra o diferencial, o humor, por vezes, ácido. “Se você não fosse estúpido, eu poderia te amar”, Brendan abre a música e por aí vai: “Se você tivesse feito café para mim, eu poderia te amar”, “Se você não fosse tão ocupado, eu poderia te amar”. E vamos ser sinceros, quando terminamos um relacionamento, às vezes, dizer que é melhor ser amigos é pior do que mandar a pessoa se foder.

E o clipe ajuda a destilar o veneno porque sua dança simplesmente mostra que ele está pouco se lixando para o outro que não deixou-o amar. Sua dança foi comparada com a Kate Bush em Wuthering Heights e me lembrou muito o clipe do Fatboy Slim (por onde ele anda?), Praise you. Ando hipnotizado pelos seus movimentos.

Brendan apenas lançou EPs e está para entrar no estúdio e gravar seu primeiro álbum. Estou ansioso para ouvir o resultado e saber o que ele tem mais para dizer ao mundo. E com seu humor, sua voz gostosa e seu ukelele, ele ganhou um fã brasileiro. E espero que a mídia não dedique apenas 15 minutos para Brendan.

Brendan sai do velho arroz com feijão de que músicas sobre término de relacionamento tem que ser baladas ou ser sutil mandando a pessoa se foder. Adele quase manda a pessoa amada se foder em Someone like you, mas não com todas as letras. Robbie Williams, em Sexed Up, mandou a pessoa amada se ferrar, desejou-a que ela explodisse, disse que já estava de saco cheio, mandou ela esquecer dele, e que no final de semana ele iria arranjar outra igual a ela. Como disse, nem todo término de namoro acaba em amizade. Às vezes, a coisa fica feia. E o melhor de tudo era ouvir pessoas dedicando essas músicas para suas pessoas amadas, e fica a dúvida, será que elas queriam dar uma indireta ou elas não faziam a mínima ideia do que estava sendo cantado.

E seremos sinceros, pelo menos, já tive uma pessoa assim, que quando terminamos o namoro, minha vontade era mandar a pessoa se foder. Se eu tivesse essa música, com certeza, eu dedicaria para ela e dançaria como o Brendan antes de sair pela porta para nunca mais voltar.

Gotta catch him!!!
Via: Mr Elbank
Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s