Dorothy

Desde quando Dorothy foi levada para Oz por um furacão, os furacões não me causavam fascinação. Pelo menos, até hoje. Assistir Supertormenta acendeu essa fascinação por furacões e pelo meio ambiente. Claro que todas as campanhas sobre o aquecimento global ajudam. Folheando o livro de Al Gore, Uma Verdade Inconveniente. Assistindo os telejornais hoje e tentando chegar em casa ontem, passando pela chuva de vento. … Continuar lendo Dorothy

Adaptável

Assisti o documentário da Discovery Channel, Supertormenta. O documentário é sobre furacões e a possibilidade do ser humano controlá-los. Pode parecer algo absurdo o controle de furacões, mas é algo plausível. Existem diversas teorias, entre elas a teoria do caos, para a origem dos furacões, assim como o seu controle. A possibilidade do controle de furacões surge através da compreensão da teoria do caos. Mas para entender como isso é feito, precisamos da informação que a atmosfera é um sistema extremamente sensível e caótico, e uma simples interferência pode causar mudanças drásticas. O exemplo dado foi o bater das asas de uma borboleta que pode ocasionar um furacão do outro lado mundo. Pode parecer absurdo, mas essa é a teoria do caos. O controle dos furacões surge da possibilidade de saber onde e quando fazer a borboleta bater as asas.

Supertormenta

Continuar lendo “Adaptável”

Até tu!

Mesmo depois de milhares e milhares de campanhas para economizar água parece que a população ainda não aprendeu. Indo para o trabalho essa semana eu vejo uma cena de total desperdício de água. Um grupo de bombeiros lavando a calçada (leia empurrando folhas e sujeira com a água) com a mangueira de bombeiro. Se uma mangueira doméstica gasta não sei quantos livros de água se … Continuar lendo Até tu!